Dia 10 - Diário de bordo – Expedição Caminho de Santiago de Compostela

Dia 10

Mais 30km percorridos.

Durante o caminho, encontramos peregrinos que já nos conhecem pelo nome, devido a encontros anteriores. A diversidade de pessoas encontradas é enorme, com predominância de europeus, americanos, orientais e alguns poucos brasileiros.

f

O trecho possui belas paisagens de florestas e rios, com muitos albergues, igrejas e bares. Passamos por San Sebastián de Carballal, San Xulián do Camiño, Pontecampaña, Mato e Leboreiro, com destaque para os típicos silos de armazenamento de alimentos.

vffb

Seguimos pelo rio Furelos, passando por Melide, até chegar a Arzúa.

Além da história e geografia locais, nos chamaram a atenção os relatos de alguns peregrinos dos motivos que os fizeram estar ali.

Conhecemos Wellington, paulista de 41 anos, que veio ao Caminho de Santiago para agradecer à Nossa Senhora de Fátima, ao final de 800km, pela cura de um câncer.

b


Bill, norte-americano, veio ao Caminho para refazer os passos que seu filho, hoje falecido, percorreu há quatro anos. Chegando em Cruz de Ferro, ponto mais alto do Caminho, depositou as cinzas, como um gesto de amor e homenagem.

c

Um dinamarquês nos contou que, um certo dia, decidiu sair bem cedo, a fim de "ouvir o silêncio". Porém, deparou-se com duas mulheres que não paravam de conversar em tom alto. Inicialmente, irritou-se com aquilo, mas decidiu mudar sua perspectiva e encontrar beleza nas vozes de suas conversas.

"O Caminho para o peregrino nasce no ponto de que parte, leva-o até Compostela e depois devolve-o ao local de origem.
[...]
O Caminho para o peregrino é tudo, a terra que pisa e o ar que respira, a chuva e o vento, o calor e o suor vividos."

c

Alunos 4° ano do Curso de Graduação de Administração Pública da FGV EPPG Brasília.

Siga para o Dia 11 do Diário.

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

A A A
High contrast

Esse site usa cookies

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação e utiliza tecnologias como cookies para armazená-las e permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para mais informações, acesse o nosso Aviso de Cookies e o nosso Aviso de Privacidade.