Fundamentos da Administração Pública

Modelos e abordagens da Administração Pública: Patrimonialismo, administração pública burocrática, nova gestão pública, abordagem da governança pública. Reforma da Administração Pública. Gestão de Políticas Públicas: elaboração, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas. Accountability e Transparência. Controle Social. Democratização da Administração Pública e participação cidadã. Centralização e descentralização na Administração Pública. Federalismo. Parceria Público-Privada. Processo decisório na Administração Pública. Parceria entre Estado e Organizações da Sociedade Civil. 

Informações Básicas

Carga Horária
60 horas
Pré-requisito
Não se aplica

Obrigatórias:

ALVES, M. A. (2004) O Conceito de Sociedade Civil: em busca de uma repolitização. Organização e Sociedade, V. 11 – Ed. Especial, p. 141-154. 

ARRETCHE, Marta T.S. Mitos da descentralização: mais democracia e eficiência nas políticas públicas? Revista Brasileira de Ciências Sociais, n.31, ano 11, junho de 1996. 

BACHUR, João Paulo. Federalismo fiscal, atribuições fiscais constitucionais e equalização regional: EUA, Alemanha e Brasil em perspectiva comparada. Revista do Serviço Público, v. 56, n. 4, p. 377-401, 2005. 

BEHN, Robert D. O novo paradigma da gestão pública e a busca da accountability democrática. 1998. 

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos; SPINK, Peter Kevin (Orgs). Reforma do Estado e administração pública gerencial. Editora FGV, 2015. 

Kahneman, D. (2012). Rápido e devagar: duas formas de pensar. Objetiva.  

PIETRO, Maria Sylvia Zanella Di. Parcerias na administração pública: concessão, permissão, franquia, terceirização, parceria público-privada e outras formas. 5.ª Ed. São Paulo: Atlas, 2005. 

PINHO, José Antonio Gomes de; SACRAMENTO, Ana Rita Silva. Accountability: já podemos traduzi-la para o português?. Revista de Administração Pública, v. 43, n. 6, p. 1343-1368, 2009; 
BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos; SPINK, Peter Kevin (Orgs). O Público Não-Estatal na Reforma do Estado (Coletânea). Editora FGV, 2015. 

SANTOS, Boaventura de Sousa (Org). Democratizar a democracia – Os caminhos da democracia participativa. Porto: Afrontamento, 2003. 

VIANA, Ana Luiza. Abordagens metodológicas em políticas públicas. Revista de administração pública, v. 30, n. 2, p. 5-43, 1996. 

Vieira, L. Capítulo: “Cidadania e controle social.” Do livro: “O público não-estatal na reforma do Estado.” Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas. 1999. 


Complementar:

KUGELMAS, Eduardo e SOLA, Lourdes. Recentralização/descentralização: dinâmica do regime federativo no Brasil dos anos 90. Tempo Social. Revista de Sociologia da USP, v.11, n.2, p. P. 63-83, 1999. 

LIMA, Luciana Leite; D'ASCENZI, Luciano. Implementação de políticas públicas: perspectivas analíticas. Revista de sociologia e política, v. 21, n. 48, p. 101-110, 2013. Disponível no link: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-44782013000400006&script=sci_arttext&tlng=pt 

POLLITT, Christopher & BOUCKAERT, Geert (2002). Avaliando reformas da gestão pública: uma perspectiva internacional. Revista do Serviço Público, ano 53, n.3. julho/setembro. Enap. Brasília, pp. 5-30. 

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.