Análise de Políticas Públicas

O conceito de políticas públicas. O ciclo de políticas públicas. Formulação de problemas em políticas públicas. Modelos de formação da agenda: Multiple Streams Framework, Modelo de Coalizões de Defesa, Modelo do Equilíbrio Pontuado. Processo decisório: Modelo Garbage Can, Institutional Analysis Framework, Sistemas complexos. Desenho de políticas públicas e ferramentas. Coordenação de políticas públicas: redes, hierarquias e mercados. Implementação de políticas públicas: problemas, processos e dinâmicas. Princípios de avaliação de políticas públicas: governança, processos e dinâmicas. 

Informações Básicas

Carga Horária
60 horas
Pré-requisito
Não se aplica

Básica:

_____. Políticas públicas: conceitos, categorias de análise, casos práticos. 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. 

CAPELLA, Ana Cláudia. Formulação de políticas públicas. Brasília: ENAP.  

GOMIDE, Alexandre; PIRES, Roberto R.C. Governança e capacidades estatais. Revista de Sociologia e Política, vol. 24, n. 58. 2016. 

JANNUZZI, Paulo. Monitoramento e avaliação de programas sociais. Uma introdução aos conceitos e técnicas. Rio de Janeiro: Alínea, 2016. 

LIPSKY, Michael. Burocracia do nível de rua. Brasília: ENAP. 

PIRES, Roberto R.C. Implementando desigualdades. Reprodução de desigualdades no processo de implementação de políticas públicas. Brasília: IPEA. 

SECCHI, Leonardo. Análise de políticas públicas: diagnóstico de problemas, recomendação de soluções. São Paulo: Cengage Learning, 2016. 

Complementar:

BAUMGARTNER, Frank. R.; JONES, Bryan D. Agendas and instability in american politics. Chicago: University of Chicago Press, 1993.  

BRASIL. Manual de avaliação ex-ante. Brasília: IPEA. 

CARNEY, Paul; HEIKKILA, Tania, WOOD, Matthew. Making Policy in a Complex World. Cambridge: Cambridge University Press. 

COHEN, Michael D., MARCH, James G., OLSEN, Johan P. A Garbage Can Model of Organizational Choice. Administrative Science Quartely, 17 (1), 1-25, 1972. 

FARIA, Carlos Aurélio Pimenta de; MARQUES, Eduardo César. A política pública como campo multidisciplinar. São Paulo: UNESP; Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2016. 

FILGUEIRAS, Fernando, KOGA, Natália, VIANA, Rafael. Capacities and Policy Work in Brazilian Civil Service. Revista de Sociologia e Política, 2020. 

HOWLETT, Michael, et all (eds.). Routledge Handbook on Public policy. London: Routledge, 2013. 

KINGDOM, John. Agendas, Alternatives, and Public Policies. Boston: Little, Brown, and Company, 1984. 

LASSWELL, Harold D. “The policy orientation,” in Daniel Lerner and Harold D. Lasswell (eds.), The Policy Sciences: Recent Developments in Scope and Method. Stanford: Stanford University Press, 1951. 

LEANDRO, José G. ; MENICUCCI, Telma M. G. . Governança Federativa nas Políticas de Saúde e Assistência Social: Processo Decisório nas Comissões Intergestores Tripartite (2009-2012). Revista do Serviço Público, v. 69, p. 811-848, 2018. 

LEITE, Christiane K.S., FONSECA, Francisco C. P., HOLANDA, Bruna M. Imagens e narrativas do Bolsa Família: análise da retórica da grande imprensa. Revista de Administração Pública, vol. 53, no. 5, 2019. 

LINDBLOM, Charles E. The science of muddling through. Public Administration Review, v. 3, n. 19, p. 79-88, 1959. 

MENICUCCI, Telma. Perspectivas Teóricas E Metodológicas na Análise de Políticas Públicas: usos e abordagens no Brasil. POLITICA HOJE v. 27, p. 42-55, 2018. 

OSTROM, Elinor. Governing the Commons. Cambridge: Cambridge University Press. 

OSTROM, Vincent, TIEBOUT, Charles M., WARREN, Robert. The Organization of Government in Metropolitan Areas: Theoretical Inquiry. American Political Science Review, 55 (4), 831–842, 1961. 

RITTEL, Horst W. J.; WEBBER, Melvin M. Dilemmas in a General Theory of Planning. Policy Sciences, v. 4, p. 155-169, 1973. 

ROCHEFORT, David; COBB, Roger. Problem definition: an Emerging perspective. In: Rochefort, D.A.; Cobb, R.W. (eds.). The Politics of Problem Definition: Shaping the Policy Agenda. Lawrence: University of Kansas Press, 1994. 

SABATIER, Paul (ed.). Theories of the Policy Process. Cambridge MA: Westview, 2007. 

SABATIER, Paul. Toward Better Theories of the Policy Process, PS: Political Science and Politics, Vol. 24, No.2, pp. 147-156, 1991. 

SOUZA, Celina. Coordenação, uniformidade e autonomia na formulação de políticas públicas: experiências federativas no cenário internacional e nacional. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA, v. 35, p. 2-14, 2019. 

WILDAVSKY, Aaron. Rescuing policy analysis from PPBS. Public Administration Review, 29: 189–202, 1969. 

ZAHARIADIS, Nikolaos. Ambiguity and Choice in Public Policy: Political Decision Making in Modern Democracies. Washington D.C: Georgetown University Press, 2003. 

ZITTOUN Philippe. Understanding Policy Change as Discursive Problem. Journal of Comparative Policy Analysis, vol. 11, no. 1, 2009. 

As manifestações expressas por integrantes dos quadros da Fundação Getulio Vargas, nas quais constem a sua identificação como tais, em artigos e entrevistas publicados nos meios de comunicação em geral, representam exclusivamente as opiniões dos seus autores e não, necessariamente, a posição institucional da FGV. Portaria FGV Nº19 / 2018.

Nosso website coleta informações do seu dispositivo e da sua navegação por meio de cookies para permitir funcionalidades como: melhorar o funcionamento técnico das páginas, mensurar a audiência do website e oferecer produtos e serviços relevantes por meio de anúncios personalizados. Para saber mais sobre as informações e cookies que coletamos, acesse a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.